domingo, 17 de setembro de 2017

Quando Amas (Estás em chamas)

Não interessa para onde vais
No momento em que percebes que amas
Será tarde demais
Estarás em chamas


(Post Scriptum: uma dica: escuta… por quem chamas?)



sábado, 16 de setembro de 2017

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Velívola

Deliciosa
A elegante mariposa
Em velívaga prosa

Há medida que te entranho
Deixa o Amor de ser um estranho…



quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Abundancia (Inesgotável)

Espalhando Poemas em Monção
De quem são?
Pertencem ao teu Coração

Somente


Atenciosamente,

O Bicho Papão



Entressonho?

O miado da gata
Uma presença acrobata

Cristais Pontilhados
Partilhados e Fenomenais

Contas numa luzência fiada
Candência codificada

No hemisfério dos entressonhos
A resolução de um mistério…


(Te Amo-Te)
(Infindavelmente)
(Quando desprovido de Individualidade)
(Quando na Totalidade)




en·tres·so·nho |ô| (entre- + sonho) substantivo masculino Sonho em que, julgando-nos despertos, vemos ou sentimos coisa que nos parece realidade. Plural: entressonhos |ô|.

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Corações (Emanações)

Embebo-te
De palavras iridescentes
Bebo-te

Corações florescentes
Descobrindo o atino do destino
Embriagados de tão enlaçados
Emanações candentes

Fogos-de-artifício
Duas silhuetas, um suplício
Retrair e Expandir, dança circular, a nossa sina
Sensualmente supina

Bebo-te
Com palavras comburentes
Embebo-te



Declaração de Torpor ao Amor

Amor
Meu doce Torpor
Dá-me Lume
Para que te Fume


(Te Amo-Te)
(Misteriosa)
(Talentosa)